• Correio do Minho
Correio do Minho

Correio do Minho

Formulário de pesquisa

Festa das Cruzes é mostra singular da identidade barcelense

23/03/2019 09:02

“É UMA FESTA DE BARCELOS para Barcelos e para o mundo”. Foi desta forma que Miguel Costa Gomes, presidente da Câmara Municipal de Barcelos , apresentou ontem a Festa das Cruzes 2019 que decorre de 25 de Abril a 5 de Maio na cidade dos galos.


“É uma festa de Barcelos para Barcelos e para o mundo”. Foi desta forma que Miguel Costa Gomes, presidente da Câmara Municipal de Barcelos , apresentou ontem a Festa das Cruzes 2019 que decorre de 25 de Abril a 5 de Maio na cidade dos galos.


Ao longo de onze dias, Barcelos vive a sua festa maior, numa mostra singular de identidade, tradições e religiosidade, não esquecendo os mais jovens com um programa à participação de todos.


Miguel Costa Gomes confessou que “não é fácil inovar todos os anos na Festa das Cruzes, mas quem visita Barcelos na Festa das Cruzes sente que algo é diferente”, gracejando que, “às vezes, até chove e passa a ser diferente. A diversidade e a diferença está nas pessoa e nas figuras que participam nas festividades”.


Das várias iniciativas do extenso programa da Festa das Cruzes, o autarca barcelense destacou a batalha das flores, que envolve cerca de 30 associações locais, atribuindo “um simbolismo importante num mundo tão difícil neste momento, que luta contra a própria natureza, com é o caso do que aconteceu recentemente em Moçambique e que não devemos ficar indiferentes”.


Admirador confesso de Dulce Pontes, o edil barcelense anunciou o espectáculo da cantora no dia 30 de Abril na frente ribeirinha. “Já ando há tanto tempo a tentar trazê-la aqui e, felizmente, este ano teve agenda para vir à nossa Festa das Cruzes”.


Num investimento “rigoroso” de cerca de 400 mil euros que Miguel Costa Gomes faz questão de frisar, a Festa das Cruzes deve ser “vivida intensamente por todos os barcelenses e quem nos visita”, assumindo o papel de ajudar a “esquecer a agruras da vida que nós seres humanos estamos destinados a sofrer e que este espaço permite de uma forma diversificada, ao longo destes 11 onze dias, partilhar”.


O padre Abilio Cardoso, prior de Barcelos, realçou o espectáculo “único e grandioso das cruzes das 89 paróquias que desfilam nas festas da cidade.”, anunciando a presença do Bispo do Porto, D. Manuel Linda, que irá presidir à missa solene no Templo do Senhor do Bom Jesus da Cruz e a introdução de um novo quadro de ‘D. António Barroso’ na procissão.


Numa referência à catástrofe de Moçambique, o prior evocou “a verdadeira cruz que está diante dos nossos olhos e que nos deasfia a darmos as mãos para olharmos a realidade e transformar a dor em glória”.


Na ocasião, o provedor da Real Irmandade do Senhor da Cruz, Pedro Ferreira, também reconheceu que não é fácil “inovar todos os anos na Festa das Cruzes”, mas “tentamos sempre inovar” e no caso dos tapetes que “tragam algo de novo à cidade e às pessoas que visitam o templo”.


Sem querer desvendar a surpresa deste ano, o provedor levantou a ponta do véu: “Tentaremos este ano trazer para dentro da igreja um pouco da festividade que existem no exterior, de modo a assinalarmos a história centenária dos tapetes na cidade de Barcelos”.

mapa do site

2010 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: New-Consulting