• Correio do Minho
Correio do Minho

Correio do Minho

Formulário de pesquisa

Venezuela: Antigos chefes de estado ibero-americanos apelam a reconhecimento de Guaidó

24/01/2019 00:02

Cerca de duas dezenas de antigos chefes de Estado e de Governo ibero-americanos apelaram à comunidade internacional para reconhecer como Presidente interino da Venezuela Juan Guaidó, líder do Parlamento.

Vários presidentes, incluindo o norte-americano Donald Trump, já reconheceram Guaidó como o legítimo Presidente interino da Venezuela.


Juan Guaidó autoproclamou-se na quarta-feira Presidente interino da Venezuela, perante milhares de pessoas concentradas em Caracas.


Nicolás Maduro iniciou a 10 de janeiro o seu segundo mandato de seis anos como Presidente da Venezuela, após uma vitória eleitoral cuja legitimidade não foi reconhecida nem pela oposição, nem pela maior parte da comunidade internacional.


Os Estados Unidos, a Organização dos Estados Americanos (OEA) e quase toda a América Latina - à exceção de México, Bolívia e Cuba, além da Rússia, que se mantêm ao lado de Maduro, que consideram ser o Presidente democraticamente eleito da Venezuela -, já reconheceram Juan Guaidó como Presidente interino da Venezuela.

Por seu lado, a União Europeia defendeu a legitimidade democrática do parlamento venezuelano, sublinhando que “os direitos civis, a liberdade e a segurança de todos os membros da Assembleia Nacional, incluindo do seu Presidente, Juan Guaidó, devem ser plenamente respeitados”.

Da parte do Governo português, o ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, afirmou na quarta-feira o seu pleno respeito “à vontade inequívoca” mostrada pelo povo da Venezuela e disse esperar que Nicolas Maduro “compreenda que o seu tempo acabou” e apelou à realização de “eleições livres”.

mapa do site

2010 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: New-Consulting