• Correio do Minho
Correio do Minho

Correio do Minho

Formulário de pesquisa

Homem e mulher condenados por burla a casal de idosos em Braga

16/11/2018 00:02

O Tribunal Judicial de Braga condenou um homem e uma mulher a penas de prisão suspensas na sua execução e ao pagamento de um total de 25 mil euros, por burla a um casal de idosos.

O homem foi condenado a dois anos e dois meses de pena suspensa, na condição de pagamento aos ofendidos de 2.000 euros.

A mulher foi condenada a dois anos e meio de prisão, uma pena que ficará também suspensa mediante o pagamento de 4.000 euros aos ofendidos.

Os arguidos, casados entre si, foram ainda condenados ao pagamento de uma indemnização de 19.000 euros, por danos morais e patrimoniais.

Segundo o despacho de pronúncia, as vítimas, ambas com mais de 80 anos, viviam numa estrutura residencial do Patronato Nossa Senhora da Torre, em Braga.

Os arguidos, sabendo que as vítimas tinham 95.000 euros, “decidiram, aproveitando a fragilidade decorrente da idade das mesmas, obter benefícios económicos indevidos à custa do seu património”.

Em 2016, a arguida abordou, por diversas vezes, o casal de idosos, “alarmando-os sobre o seu futuro no Lar do Patronato da Torre e sugerindo-lhes que iriam ser maltratados e ali passariam privações, inclusivamente no que à alimentação concerne”.

Os arguidos fizeram com que os idosos receassem pelo seu bem-estar futuro naquela instituição e convenceram-nos que a única opção que lhes restava seria a de dali sair e ir viver para um apartamento, o que acabou por acontecer.

Os idosos foram convencidos a abrir uma conta bancária para ali depositarem os 95 mil euros, com a garantia de que seriam eles os únicos titulares da mesma.

No entanto, os arguidos acabaram por figurar como titulares da conta e os idosos apenas com a categoria de procuradores.