• Correio do Minho
Correio do Minho

Correio do Minho

Formulário de pesquisa

António Salvador fala em dia histórico após o Braga adquirir Complexo Desportivo de Fão

09/11/2018 00:42

O presidente do Sporting de Braga, António Salvador, falou ontem em dia histórico para o clube, depois de formalizar a aquisição do Complexo Desportivo de Fão, no concelho Esposende.

O equipamento passa a ser a primeira base de treino do emblema minhoto fora da cidade de Braga, num investimento de cerca de 1,5 milhões de euros, que serão pagos ao Clube de Futebol de Fão, agora um parceiro dos bracarenses.

A formalização do negócio foi consumada ontem depois de meses de negociação com os responsáveis do CF Fão e também com a Câmara Municipal de Esposende, que nos últimos anos investiu mais de um milhão de euros na construção e manutenção do equipamento.

O dinheiro averbado nesta transação pelo CF Fão vai permitir a continuidade da existência do clube, que a aplicará na liquidação do seu passivo e continuará a desenvolver a sua atividade desportiva nas atuais instalações, em parceria com o Sporting de Braga.


Para a aquisição do complexo desportivo, o emblema bracarense teve, também, de assinar um protocolo de cooperação com a autarquia de Esposende, que impôs algumas cláusulas para a concretização da operação.

Além de prever que o Sporting de Braga assuma o passivo integral do CF Fão, o emblema bracarense fica, também, obrigado a possibilitar a utilização do complexo ao Fão, em termos previamente estabelecidos.

Neste acordo, ficou ainda prometido que o município de Esposende vai executar uma nova variante, entre Apúlia e Fão, de acesso ao complexo desportivo, e isentar o Sporting de Braga de taxas municipais durante vigência do acordo.

O entendimento prevê, por outro lado, que o Sporting de Braga faça a ampliação do complexo, com a construção de, pelo menos, dois novos campos de treinos e uma unidade hoteleira de apoio às atividades desportivas e que possa captar estágios de equipas estrangeiras para a localidade.

O presidente da Câmara Municipal de Esposende, Benjamim Pereira, reconheceu que este foi um acordo trabalhoso, mas com um final feliz, vincando que defende, também, os interesses do município.