• Correio do Minho
Correio do Minho

Correio do Minho

Formulário de pesquisa

Brexit: May sem novidades no discurso perante os 27 - Tajani

17/10/2018 20:57

O presidente do Parlamento Europeu, Antonio Tajani, afirmou não ter constatado nada de substancialmente novo no discurso de hoje da primeira-ministra Theresa May perante os líderes europeus, no arranque de uma cimeira dedicada ao `Brexit`, em Bruxelas.

“Não constatei novidades substanciais no conteúdo do discurso”, disse Tajani, referindo-se à intervenção da primeira-ministra britânica, que apresentou aos restantes 27 chefes de Estado e de Governo da União Europeia o ponto de vista de Londres relativamente às negociações ainda em curso sobre a saída do Reino Unido do bloco europeu.

Tajani, que ainda assistiu na sede do Conselho Europeu à intervenção de May, antes do início formal do Conselho Europeu dedicado ao `Brexit`, apenas a 27, acrescentou que a primeira-ministra britânica mostrou “boa vontade política” em conseguir chegar a um acordo para a saída ordenada do Reino Unido da UE, mas insistiu que o essencial do seu discurso “não mudou”.

À entrada para o Conselho, May defendera que um acordo para a saída ordenada do Reino Unido da UE ainda é possível, mostrando-se confiante de que o entendimento poderá ser alcançado se ambas as partes trabalharem intensamente nas próximas semanas.

Os chefes de Estado e de Governo da UE iniciaram hoje, em Bruxelas, cerca das 19:30 locais (18:30 de Lisboa) uma cimeira de dois dias ‘condenada’ a não ser “o momento de verdade”, como era apresentada, já que as negociações para a saída do Reino Unido do bloco comunitário chegaram a um impasse nas vésperas do Conselho Europeu que era suposto “selar” o acordo.

No arranque dos trabalhos da cimeira, na qual Portugal está representado pelo primeiro-ministro, António Costa, a primeira-ministra britânica dirigiu-se aos restantes líderes para apresentar a avaliação que o seu Governo faz das negociações.

O presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, havia dito que esperava que Theresa May avançasse “propostas concretas” para desbloquear o impasse nas negociações, o que, de acordo com a leitura de Tajani, não sucedeu.

Já sem a primeira-ministra britânica na sala, os 27 decidirão hoje à noite como conduzir as negociações a partir deste momento, com base numa recomendação do negociador-chefe da UE, Michel Barnier, que já reconheceu que é necessário “mais tempo” para tentar chegar a um acordo.