• Correio do Minho
Correio do Minho

Correio do Minho

Formulário de pesquisa

Incêndios: Cerca de 640 fogos desde 01 de outubro, risco mantem-se elevado – ANPC

06/10/2018 21:17

O risco de incêndio vai manter-se elevado em todos os distritos até ao dia 10 de outubro, alertou a Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), revelando que desde o início do mês ocorreram 640 fogos.

Para os próximos dias, podemos esperar condições meteorológicas muito idênticas aquelas que temos vindo a observar desde dia 1, ou seja, um tempo seco, com bastante vento, moderado a forte, com especial incidência nas terras altas. A humidade relativa vai permanecer extremamente baixa, quer no período diurno quer no período noturno, afirmou o comandante operacional Pedro Nunes.

Falando aos jornalistas na sede da ANPC em Carnaxide, concelho de Oeiras, Pedro Nunes sublinhou que, apesar da descida das temperaturas, o risco de incêndio, a severidade dos combustíveis, a sua disponibilidade para arder, vai prolongar-se, pelo menos até ao próximo dia 10 de outubro.

A baixa humidade relativa e o vento forte serão particularmente severos em todos os distritos a norte do Douro (Porto, Braga, Viana do Castelo, Vila Real e Bragança), bem como em Viseu, Guarda e Castelo Branco, afirmou.

Assim, o comandante operacional reiterou o apelo para que não se realizem queimadas, tradicionais nesta altura do ano, que estão proibidas devido à extensão do período crítico de incêndios.

Por um descuido, podem provocar um incêndio e se o provocarem, com estas condições que estamos a sentir, colocam-se em risco a eles [os cidadãos que as realizarem] e a toda a comunidade rural que os envolve, afirmou, pedindo que os portugueses façam jus à máxima tolerância zero ao uso do fogo.

Pedro Nunes fez ainda um balanço dos fogos registados desde o início do mês, com um incremento quase exponencial do número de incêndios rurais.

Até às 18:00 do dia de hoje temos registo de cerca de 640 incêndios. Durante o dia de ontem e de hoje o que temos observado é um decréscimo no número de novas ignições. Gostaria de associar este decréscimo muito à adoção de um comportamento responsável por parte de todos os portugueses, afirmou.

Os dois incêndios que inspiraram maior preocupação hoje ocorreram no distrito de Bragança, no Parque Natural de Montesinho, outro no Parque Natural de Sintra Cascais, encontrando-se em fase de rescaldo, acrescentou.