• Correio do Minho
Correio do Minho

Correio do Minho

Formulário de pesquisa

Póvoa de Lanhoso e Gondomar certificam filigrana e querem Património da Humanidade

11/07/2018 15:57

Os municípios de Póvoa de Lanhoso e Gondomar apresentam na quinta-feira, no Porto, a certificação da Filigrana de Portugal, culminando um processo que arrancou em março de 2017, foi hoje anunciado.

Em comunicado, a Câmara de Póvoa de Lanhoso explica que a certificação decorre de um protocolo de colaboração e compromisso entre os dois municípios que tem ainda como objetivo a promoção conjunta, “num futuro cada vez mais próximo, de uma candidatura da filigrana a Património da Humanidade.

“A Filigrana de Portugal, marca registada no Instituto Nacional da Propriedade Industrial, propriedade de ambos os municípios, abre portas para o tão acalentado sonho de levar além-fronteiras a filigrana, como técnica específica, registada e regulamentada”, acrescenta o comunicado.

O caderno de especificações para a certificação estabelece as normas e os trâmites a que esta arte terá de obedecer para poder ser designada por Filigrana de Portugal.

“Vai permitir uma utilização mais fidedigna e segura da filigrana nas mais variadas peças, desde a joalharia ao vestuário, à decoração e aos mais diversos e originais artigos”, refere ainda o mesmo comunicado.

A filigrana é uma arte milenar que exige aos artesãos um trabalho de minúcia no tratamento de pequenos fios de ouro e prata torcidos e depois aplicados em estruturas com várias formas, que resultam em peças de joalharia com rendilhado delicado.