• Correio do Minho
Correio do Minho

Correio do Minho

Formulário de pesquisa

Presidente do Braga diz que orçamentos são importantes, mas não ganham jogos

10/07/2018 15:57

presidente do Sporting de Braga, António Salvador, disse hoje que os orçamentos no futebol português são importantes, mas sublinhou que o que ganha jogos é ambição, atitude e união.

O líder ‘arsenalista’ quer a equipa focada para o primeiro objetivo da temporada, entrar na fase de grupos da Liga Europa e, questionado sobre se pode tirar partido da instabilidade dos ‘leões’, frisou que o Braga não tem de se preocupar com o Sporting para não dispersar energias.

Salvador recusou que, tendo em conta a época passada do Braga e a atual situação de instabilidade do Sporting, seja quase uma obrigação ficar em terceiro, segundo ou primeiro, rivalizando com os três ‘grandes’ – FC Porto, Benfica e Sporting.

Para ficarmos à frente, tem de ser com uma conjuntura de resultados, um ano que possa não correr tão bem aos nossos adversários. O ano passado, o Braga teve um dos maiores orçamentos de sempre e isso refletiu-se em campo, mas os outros ainda têm um orçamento muito maior, três, quatro, cinco vezes maior, não queiram comparar. Mas há uma coisa que também digo: os orçamentos não ganham jogos, mas a ambição, a atitude, a união do grupo dentro do campo, disse, à margem de um protocolo com uma seguradora tendo em vista vantagens para os sócios.

António Salvador disse ainda querer fazer um grande campeonato, que espera muito mais equilibrado, assim como chegar às finais das taças em Portugal e conquistar uma delas.

O presidente dos bracarenses revelou que já houve conversas com o atual presidente da SAD ‘leonina’, Sousa Cintra, nomeadamente sobre a dívida do Sporting em relação a Battaglia.

O Braga é um clube que se quer dar bem com todos e é importante acabar com o que se passou o ano passado, com todo aquele ambiente de intrigas entre clubes e dirigentes, é um passo importante para a próxima época, respirar ar puro para que possamos ter um campeonato harmonioso, disse.

António Salvador assegurou ainda que a contratação do defesa central Pablo Santos (ex-Marítimo) não significa a saída de Raul Silva, jogador que, segundo algumas notícias, interessaria ao FC Porto.

O dirigente disse não ter recebido propostas de qualquer clube português, apenas de um estrangeiro, que, embora fosse muito interessante, ficou ainda aquém do que o Braga pretende.

O Raul Silva é um jogador muito importante, mostrou que é um dos grandes centrais deste campeonato. Há jogadores que estão disponíveis para sair desde que hajam propostas que sirvam as duas partes, mas, nesse grupo não está incluído o Raul Silva, garantiu.

O líder dos minhotos assumiu ainda que Vukcevic é um dos três jogadores que poderá sair, mas não quis revelar quais os outros dois.