• Correio do Minho
Correio do Minho

Correio do Minho

Formulário de pesquisa

Mundial2018: Adrien, Moutinho e Bernardo destacam confiança de Portgual

08/06/2018 14:57

Os futebolistas Adrien Silva, João Moutinho e Bernardo Silva enalteceram hoje a confiança vivida no balneário da seleção portuguesa antes do Mundial2018, frisando que têm a responsabilidade de representar Portugal da melhor forma.

Durante uma iniciativa levada a cabo por uma marca desportiva num laboratório de futebol, o FOOTLAB, situado em Carnaxide, os três dos 23 atletas convocados pelo selecionador Fernando Santos para o Campeonato do Mundo comentaram o momento da seleção antes da partida para a Rússia, no sábado.

“Temos vindo a crescer jogo após jogo. O importante é para a semana estarmos preparados e que o povo esteja sempre connosco. A responsabilidade é representar o país da melhor forma, fizemo-lo bem no Euro2016 e vamos tentar fazer da melhor forma possível no Mundial”, começou por dizer o médio Adrien Silva, que representa atualmente os ingleses do Leicester.

Já o experiente médio João Moutinho, o segundo mais internacional do lote de futebolistas que representarão Portugal no Mundial, partilhou das palavras do compatriota e frisou que o grupo é tão forte como aquele que ergueu o troféu de campeão da Europa, em 2016.

“A responsabilidade é sempre a mesma, temos que manter o foco e a identidade que tivemos no Europeu e na qualificação. Temos um grupo extremamente forte como tínhamos no Europeu. O espírito de grupo dos treinos que passamos para os jogos é o mais importante”, sublinhou.

O jogador do Mónaco afirmou ainda que “é importante começar bem” a competição diante da Espanha, porém deixou claro que um resultado menos bom não coloca de parte os objetivos de Portugal.

Por fim, Bernardo Silva falou da sua primeira convocatória para uma fase final, depois de ter falhado o Europeu de França, apresentando-se “supermotivado”.

“É um orgulho fazer parte dos 23. Quero dar o meu máximo para chegarmos o mais longe possível. Estou supermotivado para ir à Rússia jogar uma competição que só se joga de quatro em quatro anos, a competição mais importante que se joga no futebol”, contou.

O extremo do Manchester City aponta o Brasil e a Alemanha como as seleções “obrigadas tentar ganhar” o Mundial, mas a “pressão” que Portugal tem é “boa” e uma ”motivação”, face ao estatuto de campeão da Europa.

No sábado, a equipa lusa viaja para a Rússia, onde tem estreia marcada frente à Espanha, no dia 15 de junho, em Sochi.

Além dos espanhóis, Portugal defronta Marrocos no dia 20 de junho, em Moscovo, e o Irão, de Carlos Queiroz, a 25, em Saransk, nos restantes jogos do Grupo B do Campeonato do Mundo, que arranca a 14 de junho e termina a 15 de julho.