• Correio do Minho
Correio do Minho

Correio do Minho

Formulário de pesquisa

Academia do FC Famalicão abre as portas para o futuro

03/06/2018 09:02

O sonho tornou-se realidade e foi com orgulho que o FC Famalicão inaugurou a sua Academia para o futebol de formação, localizada em Esmeriz. Autarca famalicense Paulo Cunha apadrinhou o novo equipamento que vai acolher os sonhos dos 350 jovens que jogam nos vários escalões do clube.

Está inaugurada a Academia de futebol do FC Famalicão, o maior investimento do clube nos seus 86 anos de história e uma vitória da audácia e do sonho de construir um clube com base de sustentação para o futuro.

A Academia vai ser a nova casa do departamento de formação do clube, com os cerca de 350 jogadores dos diferentes escalões a transferirem-se para o novo espaço no início da próxima época desportiva 2018/19.

Perante centenas de jovens jogadores e muitos adeptos, o presidente do FC Famalicão, Jorge Silva, lembrou o alcance da obra, que no imediato dá melhores condições aos escalões de formação, mas que a Academia é uma semente lançada à terra para que nos próximos anos se colham frutos deste investimento sustentado que protagonizamos e que vai fazer com que o FC Famalicão se afirme entre os grandes do futebol nacional.

Também orgulhoso pela inauguração da Academia famalicense, Paulo Cunha, presidente da Câmara Municipal de Famalicão parceira do clube na concretização da obra, num investimento de 1 milhão e 300 mil euros realçou a importância da formação e a visão estratégica da direcção do FC Famalicão.

Há valor, qualidade e é de realçar a postura da direcção do clube, que colocou no topo das prioridades a formação, como base de um projeto maior. O autarca não escondeu o desejo de ver o FC Famalicão no patamar mais alto do futebol nacional mas salientou a importância de que esse crescimento seja feito de forma sustentada.

Convidados da cerimónia, o presidente da Liga de Clubes, Pedro Proença, destacou que a aposta na formação é o caminho para os clubes se afirmarem numa indústria cada vez mais competitiva. Os elogios à Academia e à acção estratégica do clube irá dar frutos no futuro: se o Famalicão, com esta envolvência, não chega à I Liga, nenhum outro o conseguirá, palavras que quase se repetiram no discurso de Hermínio Loureiro, vice-presidente da FPF, que afirmou que o futuro do FC Famalicão é prometedor, fruto deste trabalho e caminho de excelência que o clube está a percorrer.

Manuel Machado, presidente da AF Braga, também destacou o entusiasmo de um clube que tem uma base social de apoio como poucos em Portugal, que está a crescer. Nós, AF Braga, queremos o FC Famalicão entre os melhores do futebol nacional, mas mais que isso estes adeptos e este concelho merecem isso pelo apoio demonstrado não só nas bancadas mas também em obras importantes como esta.