• Correio do Minho
Correio do Minho

Correio do Minho

Formulário de pesquisa

UGT frustrada por não haver aumentos salariais em 2019 para funcionários públicos

06/04/2018 20:57

A UGT disse hoje que saiu frustrada da reunião da comissão permanente da Concertação Social, em que o ministro das Finanças indicou aos parceiros sociais que não haverá aumentos salariais para a função pública em 2019.

Ficamos não admirados, mas frustrados ao ouvirmos dizer que não haverá tão cedo aumentos salariais, estes trabalhadores continuarão a pagar fatura da crise. Isto causa grandes perturbações, afirmou Lucinda Dâmaso.

A dirigente sindical considerou que só trabalhadores respeitados, reconhecidos e valorizados prestarão serviços de qualidade na administração pública, como na saúde ou nas escolas, além de que o Governo devia dar um sinal de esperança a todos os que foram penalizados durante a crise.

Ainda para a presidente da central sindical UGT, o discurso do governante foi dominado pela incerteza em termos de futuro, apesar da melhoria da economia e da diminuição de desemprego que se vivem atualmente.

As centrais sindicais CGTP e UGT disseram hoje que o ministro das Finanças, Mário Centeno, informou hoje de que não haverá aumentos de salários em 2019, na reunião da concertação social em que deu a conhecer as linhas gerais do Programa de Estabilidade para 2018-2022.