• Correio do Minho
Correio do Minho

Correio do Minho

Formulário de pesquisa

Novo relatório sobre incendios vai ser considerado nas investigações em curso diz a PGR

22/03/2018 00:02

O relatório sobre os incêndios registados em outubro vai ser considerado no âmbito do inquérito aberto na altura pelo Ministério Público, disse a Procuradoria Geral da República ,adiantando que não existem arguidos constituídos.

Relativamente ao relatório da comissão técnica independente, entregue na terça-feira, no parlamento, a PGR adianta que será considerado no âmbito das investigações em curso, sem prejuízo de outros procedimentos que, em resultado da respetiva análise, se imponham.

Em outubro, o Ministério Público instaurou inquéritos autónomos nos Departamentos de Investigação e Ação Penal das comarcas onde ocorreram os incêndios.

A comissão técnica independente criada para analisar os grandes incêndios rurais de 2017 entregou, na terça-feira, no parlamento, o relatório dos fogos de outubro (dias 14, 15 e 16), envolvendo oito distritos das regiões Centro e Norte (Braga e Viana do Castelo).

O documento, que atualiza para 48 o número de mortos nesse mês, conclui que falhou a capacidade de “previsão e programação” para “minimizar a extensão” do fogo na região centro (onde ocorreram as mortes), perante as previsões meteorológicas de temperaturas elevadas e vento.

Falhas na programação do socorro e na rede de comunicações e um “dramático abandono” das populações foram identificados pela comissão técnica independente de análise dos grandes incêndios de outubro, que admite, contudo, uma conjugação singular de fatores meteorológicos.