• Correio do Minho
Correio do Minho

Correio do Minho

Formulário de pesquisa

Mariano Rajoy considera excelentes notícias investimento ferroviário de Portugal

05/03/2018 14:57

O chefe do governo espanhol, Mariano Rajoy, afirmou hoje que são “excelentes notícias” o conjunto de obras que Portugal está a desenvolver na ferrovia, acrescentando tratarem-se de projetos de “capital importância” para aproximar os dois países.

“As linhas Évora-Elvas e Elvas-Caia vão ao encontro desse objetivo de capital importância, unir os nossos cidadãos e melhorar o seu dia a dia”, disse.

Para Mariano Rajoy, o lançamento do concurso para a ligação ferroviária entre Évora e Elvas, bem como o arranque da fase de construção da linha ferroviária entre Évora e a fronteira do Caia (Elvas), são “excelentes notícias”, destacando ainda o apoio dos fundos europeus nesta área e o “trabalho” desenvolvido entre Portugal e Espanha em redor do projeto ferroviário.

O chefe do Governo espanhol falava na cerimónia do lançamento do concurso para a ligação ferroviária entre Évora e Elvas, que decorreu ao final da manhã em Elvas (Portalegre).

Esta ferrovia da linha atlântica, entre Évora e a fronteira de Caia (Elvas), que, ao todo custará, nos próximos anos, mais de 500 milhões de euros, permitirá ligar os dois países por comboio, tendo em vista, especialmente, as mercadorias, o que explica a presença em Elvas do chefe do Governo espanhol, Mariano Rajoy.

A obra de construção da nova linha entre Évora e Elvas, com cerca de 100 quilómetros de extensão, deverá iniciar-se até março de 2019 e a conclusão está programada para o primeiro trimestre de 2022, num custo de 509 milhões de euros (quase metade provenientes de fundos europeus), segundo o Ministério do Planeamento e das Infraestruturas.

O concurso foi hoje lançado no Museu de Arte Contemporânea de Elvas, na presença do primeiro-ministro, António Costa, do chefe do Governo espanhol e da comissária europeia dos Transportes, Violeta Bulc.

Antes, decorreu na estação de Elvas uma cerimónia simbólica, que assinalou o início da empreitada de modernização do troço Elvas-Caia, na fronteira com Espanha.

Este troço de 11 quilómetros, chamado ‘missing link’, faz parte do corredor internacional sul, que ligará o porto de Sines até à fronteira com Espanha.

De acordo com os dados do executivo comunitário, a modernização do troço Évora-Caia, com um custo estimado de 388 milhões de euros, recebe uma comparticipação da União Europeia de 56% (184 milhões de euros).

O Plano Ferrovia 2020, que promove as ligações com Espanha e a modernização dos principais eixos ferroviários, engloba, no total, um investimento superior a dois mil milhões de euros, dando especial destaque ao transporte de mercadorias e ao transporte público de passageiros.