• Correio do Minho
Correio do Minho

Correio do Minho

Formulário de pesquisa

António Salvador acusa Bruno de Carvalho de querer dividir G15

11/01/2018 21:42

O presidente do Sporting de Braga, António Salvador, defendeu hoje que o presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, quer dividir o G15, que junta as equipas da I Liga exceto os três ‘grandes’, para reinar sozinho.

No final da reunião em Fátima, que juntou 16 clubes da Liga de futebol - incluindo representantes do Sporting, Benfica e FC Porto - e o Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol para discutir o videoárbitro -, António Salvador acusou Bruno de Carvalho de ser o realizador de um filme que só ele está a ver.

A questão surgiu na sequência de afirmações de Bruno de Carvalho, que defende ser António Salvador um testa-de-ferro do Benfica no G15.

O dr. Bruno de Carvalho foi, há dias, num famoso filme, um ator, quando divulgou que iria ter um filho. Com isto está a querer ser realizador de um filme que só ele está a ver.

Para o presidente do Sporting de Braga, o líder dos ‘leões’ quer dividir este grupo de trabalho, mas nunca vai conseguir, porque o G15 trabalha pela sua cabeça, tem as ideias entre todos os clubes e não é o presidente do Braga, nem o do Marítimo, nem o do Belenenses que definem as questões com o presidente do Benfica por trás.

Esse realizador, que fez esse filme, terá de realizar um filme muito melhor, para que possa dividir e reinar sozinho, atirou António Salvador.

Em Fátima, o responsável do Braga negou ainda divisões entre os clubes que compõem o G15 e os ‘grandes’.

Obviamente não há tensão. Este grupo de clubes reuniu-se porque quer melhorar o estado do futebol. Está mais unido do que nunca. A prova está que conversámos com todos e vimos que os clubes estão todos do mesmo lado e querem o melhor para o futebol português, afirmou.

Também Carlos Pereira, presidente do Marítimo, recusou que haja desentendimentos: A resposta está dada na resposta dos três clubes que não têm comparecido [ao G15]. Hoje juntaram-se porque têm interesse na melhoria do futebol português.