• Correio do Minho
Correio do Minho

Correio do Minho

Formulário de pesquisa

Três produtores e três apresentações ao público antecedem novo disco de Black Bombaim

16/12/2017 10:17

Os portugueses Black Bombaim vão apresentar hoje ao público, no Porto, a primeira de três fases de criação do novo disco, a ser lançado no segundo semestre de 2018, abrindo a porta ao trabalho desenvolvido com Pedro Augusto.

Assim, no Círculo Católico de Operários do Porto vai ser mostrada, às 22:00 e com entrada livre, aquela que será a primeira parte de um trabalho que vai envolver também os produtores e músicos Luís Fernandes e Jonathan Saldanha.

Pedro Augusto, músico e produtor envolvido em projetos como Ghuna X e Live Low, é o convidado desta primeira parte, e contou à Lusa que a proposta partiu dos Black Bombaim e da editora Lovers & Lollypops, para que três produtores nortenhos trabalhassem com eles na produção de um novo disco, que é concebido no âmbito do programa Criatório de apoio às artes, da Câmara Municipal do Porto.

“Assim por alto, somos os três produtores, que têm várias bandas, que já fizeram vários discos com contribuições muito distintas, e agora estamos naquela figura clássica do Phil Spector”, afirmou Pedro Augusto à Lusa, entre risos.

O produtor explicou que, com o trio de Barcelos, está a trabalhar numa peça longa, de 15 minutos só com participação da banda, e que tem uma segunda parte “que é bastante mais orgânica, mais livre, não tem tantas exigências”, na qual já participa.

Sobre as diferenças entre a música de Black Bombaim e aquela a que costuma estar ligado, Pedro Augusto reconhece tratar-se de “uma estética bastante diferente”, com paletas de cores distintas, mas lembra que tem tido a possibilidade de colaborar não só com a banda, mas “com outro tipo de estruturas, sejam coros, academias, grupos informais”.

“Trabalhar com os Black Bombaim é mais um desafio. É um desafio mais simples porque todos nós nos conhecemos há bastante tempo”, diz o músico, recordando que se conhecem há quase dez anos, tendo já trabalhado juntos em “Titans” e no primeiro disco da banda.

Pedro Augusto salientou ainda a importância de o ensaio aberto ao público se realizar no Círculo Católico de Operários do Porto, em modo de celebração daquele espaço, uma vez que é um local onde ainda é possível desenvolver este tipo de iniciativa “e ser bem recebido”.

“São coisas que o Porto tem vindo a perder e estamos a celebrar isso também”, afirmou o produtor.

Os próximos momentos de preparação do novo disco de Black Bombaim vão ter lugar entre 14 e 17 de fevereiro, com Luís Fernandes (dos peixe:avião), e entre 12 e 13 de abril, com Jonathan Saldanha. Os locais ainda estão por definir.

mapa do site

2010 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: New-Consulting