• Correio do Minho
Correio do Minho

Correio do Minho

Formulário de pesquisa

Sporting cumpre e está nos ‘quartos’ da Taça com ajuda de ‘hat-trick’ de Doumbia

13/12/2017 21:42

Um `hat-trick` do avançado Seydou Doumbia ajudou hoje o Sporting a vencer o Vilaverdense, por 4-0, assegurando assim a presença nos quartos de final da Taça de Portugal em futebol, num jogo totalmente dominado pelos `leões`.

O ponta de lança marfinense contabiliza agora cinco golos pelo clube de Alvalade em todas as competições, tendo sido a grande figura do desafio, ao apontar três dos quatro golos (44, 64 e 74), com a contagem a ser fechada pelo português Gelson Martins (88).

Como prometido na antevisão ao encontro, Jorge Jesus apostou num `onze` muito diferente dos que tem utilizado tanto no campeonato como na Liga dos Campeões, deixando entre os titulares apenas dois futebolistas que costumam ser escolha frequente para o técnico, o argentino Rodrigo Battaglia e o brasileiro Bruno César.

Já a equipa da série A do Campeonato de Portugal, que para chegar aos `oitavos` da prova `rainha` deixou para trás o favorito Boavista, apresentou-se no Estádio José Alvalade com as habituais opções, destacando-se o guardião Pedro Freitas, campeão europeu de sub-17 por Portugal, em 2003.

Tal como esperado, o primeiro tempo do desafio disputou-se, praticamente, no meio campo do Vilaverdense, mas sem que o Sporting conseguisse acabar cedo com as esperanças dos minhotos. Um cabeceamento de Tobias Figueiredo à figura do guardião e um remate por cima de Iuri Medeiros foi o melhor da formação de Alvalade nos instantes iniciais.

A falta de entrosamento entre os `leões` menos utilizados começava a sobressair aos poucos, principalmente no capítulo do último passe, pelos pés de Alan Ruiz, que não acertava com as movimentações do marfinense Seydou Doumbia.

Por seu lado, o conjunto com o melhor ataque do terceiro escalão (38 golos) conseguiu somente por uma vez obrigar Salin a atirar-se para o relvado, quando o nigeriano Ahmed Isaiah desmarcou bem o extremo André Soares para um remate fraco.

O `desaparecido` Iuri Medeiros - já não vestia a camisola principal do Sporting há mais de dois meses - deu o protagonismo todo ao argentino Alan Ruiz, que desperdiçou um passe primoroso do português para abrir o marcador.

Contudo, já em cima do tempo de descanso, os `leões` lá conseguiram desbloquear o nulo. Alan Ruiz, desta vez, viu bem a desmarcação de Bryan Ruiz, que finalizou para a defesa incompleta de Pedro Freitas e viu Doumbia limitar-se a fazer a emenda.

O marfinense veio do intervalo com `ganas` de fazer mais golos, mas Jorge Jesus não gostava do que via e foi preciso mexer, decidindo colocar os extremos velozes Podence e Gelson Martins para desmoronarem por completo a defesa do Vilaverdense com Doumbia a `bisar`.

As alterações deram um maior fulgor ao Sporting, perante um já desgastado Vilaverdense e incapaz de sair a jogar. Dos segundo ao terceiro golos foi um instante, novamente por Doumbia (64 e 74).

Já perto do fim, Gelson Martins ainda teve tempo para aplicar um dos seus dotes que bem o caracteriza, a velocidade, pesando pelo meio dos centrais visitantes e, só com Pedro Freitas pela frente, rematou certeiro.

Jogo realizado no Estádio José Alvalade, em Lisboa.

Sporting - Vilaverdense, 4-0.

Ao intervalo: 1-0.

Marcadores:

1-0, Doumbia, 44 minutos.

2-0, Doumbia, 64.

3-0, Doumbia, 74.

4-0, Gelson Martins, 88.

Equipas:

- Sporting: Salin, Ristovsky, André Pinto, Tobias Figueiredo, Bruno César, Petrovic, Battaglia, Iuri Medeiros (Acuña, 73), Alan Ruiz (Gelson Martins, 60), Bryan Ruiz (Daniel Podence, 60) e Doumbia.

(Suplentes: Rui Patrício, Coates, Bruno Fernandes, Acuña, Daniel Podence, Bas Dost e Gelson Martins).

Treinador: Jorge Jesus.

- Vilaverdense: Pedro Freitas, Pedro Lemos, Nené, Rafael Vieira, Henrique Gomes, André Salvador (Latyr Fall, 60), Ibraima So, Ahmed Isaiah (Joel Silva, 78), André Soares (Elísio, 69), Zé Pedro e Rafa Miranda.

(Suplentes: Mário Paula, Vini, Joel Silva, Elísio, Tanela, Latyr Fall e Carneiro).

Treinador: António Barbosa.

Árbitro: Luís Ferreira (AF Braga).

Ação disciplinar: cartão amarelo para Rafael Vieira (09), Doumbia (30) e Ibraima So (57).

Assistência: Cerca de 8.000 espetadores.

mapa do site

2010 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: New-Consulting