• Correio do Minho
Correio do Minho

Correio do Minho

Formulário de pesquisa

‘Um por todos’ sobe ao palco da Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão

03/12/2017 09:57

Meia centena de jovens e adultos famalicenses, portadores de deficiência, sobem ao palco da Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão, no próximo dia 5 de Dezembro, para apresentarem um espetáculo de circo único, carregado de simbolismo e magia.
‘Um por Todos’ é o título do espectáculo que resulta do projecto Envolv’arte, promovido pela Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão em parceria com o Instituto Nacional das Artes do Circo (INAC) e várias instituições sociais do concelho.

Desde o passado mês de Maio que todas as quartas-feiras, decorrem os ensaios nas instalações do INAC, sitas no Lago Discount, em Ribeirão.
O espectáculo final insere-se no âmbito das comemorações municipais do Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, que se assinala a 3 de Dezembro.
Superação, partilha, descoberta e surpresa são os conceitos associados ao espectáculo que promete conquistar a atenção e o coração do público do primeiro ao último minuto.

Os sorrisos, a boa-disposição, a descontração e o empenho com que encararam as várias sessões de atividades são desde já um bom sinal do sucesso deste projecto que segundo o presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, pretende “quebrar a rotina destas pessoas, desafiando-as para arte, a cultura e o circo, valorizando-as e motivando-as a chegar mais longe”.

As sessões são coordenadas por dois formadores do Instituto Nacional das Artes do Circo, Ana Dora Borges, que trabalha a dança e o movimento, e Fábio Constantino, que trabalha os movimentos aéreos, durante mais ou menos 01.30 hora.

Para Ana Dora Borges este é um projecto de grande importância na inclusão de pessoas com deficiência porque “em primeiro lugar, estamos a sensibilizá-los para a arte e depois estamos a envolve-los no próprio processo de criação artística, envolvendo-os também com os alunos do Instituto Nacional ds Artes do Circo”. Trata-se de “um projecto que se vai construindo passo-a-passo através de diversas atividades e desafios até ao grande final, que é o espectáculo”, continuou aquela responsável.

Para a formadora, o projecto trabalha essencialmente “a auto-confiança, a capacidade de superação e valorização de cada pessoa envolvida, amplificando caraterísticas que já detêm, mas que muitas vezes estão escondidas”.
O projecto, que conta com meia centena de jovens e adultos, conta com a participação das seguintes instituições; APPACDM, a ACIP, a AFPAD, a Associação Teatro Construção, o Centro Social de Landim e o Centro Social e Paroquial de Ribeirão.

mapa do site

2010 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: New-Consulting