• Correio do Minho
Correio do Minho

Correio do Minho

Formulário de pesquisa

Pinto da Costa diz que árbitros é que têm de decidir e respeitará qualquer posição

24/11/2017 14:42

O presidente do FC Porto, Pinto da Costa, considerou hoje que os árbitros profissionais é que “têm de decidir o que devem fazer, seja para haver greve ou não”, e que irá “respeitar qualquer decisão que tomem”.

Pinto da Costa, que falava durante a inauguração da exposição sobre o basquetebol do clube, no Museu do FC Porto, disse que a situação vivida pelos árbitros não lhe diz respeito e que não irá sequer tentar “interferir ou influenciar qualquer decisão”.

“Isso não me diz respeito. Respeito qualquer decisão dos árbitros, não interfiro nem tenho nada a ver com isso, não sou eu que tenho de resolver o assunto, seja para haver greve ou não, os árbitros é que têm de decidir o que devem fazer e não vou ser eu que vou tentar sequer influenciá-los”, disse.

Questionado sobre a reunião do denominado G15 (clubes da I Liga sem os ditos três grandes), Pinto da Costa ironizou e afirmou desconhecer, até porque não foi convidado, mas pelo que sabe, o mais correto seria chamar-lhe G11, porque só estavam 11 emblemas.

“Não estou a dar crédito nem descrédito. Não fui convidado para essa reunião. Agora, questiono como é que António Salvador [presidente do Sporting de Braga] está contra os empréstimos e tem lá um jogador que nos pediu muito emprestado, que é o João Carlos Teixeira. Espero que em janeiro ele o devolva, para ser coerente”, acrescentou.

As suspeitas levantadas pelo Benfica de se estar perante um novo ‘apito dourado’ (processo de alegada corrupção que envolveu o FC Porto) foi um dos temas colocados a Pinto da Costa, que se escusou a dar crédito “a um clube que pode falar do que quiser, menos de futebol”.

“De futebol é que não pode falar, nem da Liga dos Campeões, onde em cinco jogos tem zero pontos, um golo marcado e 12 sofridos. O Benfica tem que falar de qualquer coisa. Nem que seja da guerra civil espanhola ou de Aljubarrota, agora de futebol é que não pode falar. É um recorde. Nunca houve um clube do pote um que tenha tido um ‘score’ de 1-12 e zero pontos”, disse.

Pinto da Costa inaugurou, juntamente com antigas e atuais estrelas do basquetebol do clube, uma exposição dedicada à modalidade, que deu o primeiro título da sua era presidencial, em 1982, e que, por isso mesmo, é vista com muito carinho.

mapa do site

2010 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: New-Consulting