• Correio do Minho
Correio do Minho

Correio do Minho

Formulário de pesquisa

Greve dos médicos sente-se mais em centros de saúde do que no hospital em Braga

11/10/2017 10:57

A greve dos médicos marcada para hoje pouco se faz sentir no Hospital de Braga, ao contrário do que acontece num dos principais centros de saúde da cidade onde a adesão ronda os 100% em algumas unidades.


O Sindicato Independente dos Médicos (SIM) e a Federação Nacional dos Médicos (FNAM) marcaram para hoje uma jornada de greve em reivindicação pela redução de horas extraordinárias anuais obrigatórias, as chamadas horas de qualidade (durante a noite), a redução do trabalho de urgência (de 18 para 12 horas semanais) e redução da lista de utentes por médico de família (dos atuais 1.900 para 1.500).

Já no Centro de Saúde do Carandá foram muitos os clínicos que aderiram à greve, deixando algumas das Unidades de Saúde Familiar que ali funcionam sem nenhum médico ao serviço, como constatou Cláudia Silva.


No Centro de Saúde do Caranda, duas das unidades de saúde tiveram uma adesão à greve de 100%, e nas outras duas estão ao serviço um médico em seis.

mapa do site

2010 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: New-Consulting