• Correio do Minho
Correio do Minho

Correio do Minho

Formulário de pesquisa

Taça da Liga: Sp. Braga elimina Boavista no Bessa

03/09/2017 21:42

O Sporting de Braga venceu hoje com autoridade o Boavista por 2-1, em partida efetuada no Estádio do Bessa, no Porto, e apurou-se para a fase de grupos da Taça da Liga de futebol.

Os ‘axadrezados’ marcaram primeiro, aos 11 minutos, por Renato Santos, e os bracarenses empataram aos 32, graças a um golo a meias entre Fábio Martins e o central Rossi, e sentenciaram aos 80, por Paulinho, materializando assim a sua superioridade durante quase todo o encontro.

Os bracarenses dominaram e criaram mais perigo e tiveram muito mais ocasiões de golo do que o seu opositor, fruto do seu futebol dinâmico e intenso e da superior qualidade individual dos seus jogadores, com destaque para Fransérgio, Fábio Martins e Paulinho, que não apenas marcou como ainda acertou uma vez na barra (36 minutos) e outra no poste (61).

O Boavista lutou, correu e recorreu ao seu futebol musculado, mas evidenciou carências, novamente, ao nível da construção do seu jogo.

Aos 11 minutos, Mateus recuperou a bola no seu meio-campo, serviu rapidamente Rochinha e este, por sua vez, passou por um adversário e assistiu Renato Santos, que se isolou, rematou e marcou.

O golo foi um pouco contra a corrente, mas o Sporting de Braga reagiu bem e manteve-se fiel ao seu futebol, baseado numa grande segurança na circulação da bola, na grande mobilidade do seu meio-campo e do ataque e num variado leque de opções ofensivas.

O empate surgiu com alguma naturalidade, num lance em que Vítor Bruno falhou e Paulinho e cruzou, tendo Fábio Martins empurrado a bola para o fundo da baliza, aparentemente com a ajuda do defesa central brasileiro Rossi.

O perigo permaneceu junto à baliza boavisteira e o melhor exemplo disso ocorreu aos 36 minutos, quando Paulinho cabeceou à barra, Ricardo Horta forçou Vagner a uma defesa de recurso e Paulinho, outra vez, quase marcou.

Na segunda parte, a tendência manteve-se e o Braga continuou dominador e sempre muito mais perto do segundo golo do que o Boavista, que raramente incomodou seriamente o guarda-redes Matheus.

Fransérgio (53 minutos) e Paulinho (61), este com um remate forte ao poste, e Ricardo Esgaio (62) ameaçaram marcar, mas foi só aos 80 minutos que o Braga confirmou o seu domínio fazendo o 2-1 final, por Paulinho, que, assim, acabou por ser premiado por tudo o que fez durante o jogo.

Faltava ainda 10 minutos para o fim e o técnico ‘axadrezado’, Miguel Leal, arriscou tudo, fazendo entrar Ricardo Clarke, um atacante, para o lugar do central Sparagna, mas em vão, porque o Braga guardou bem a vantagem e jamais perdeu o controlo do jogo, seguindo, assim, para a fase de grupos da Taça da Liga.



Jogo no Estádio do Bessa, no Porto.

Boavista - Sporting de Braga, 1-2.

Ao intervalo, 1-1.

Marcadores:

1-0, Renato Santos, 11 minutos.

1-1, Fábio Martins, 32.

1-2, Paulinho, 80.



Equipas:

- Boavista: Vagner, Edu Machado, Rossi, Sparagna (Ricardo Clarke, 85), Vítor Bruno, Idris, Renato Santos, Fábio Espinho, Rochinha (Carraça, 66), Mateus (Kuca, 56) e Leonardo Ruiz.

(Suplentes: Raphael Spiegel, Robson, Yusupha Njie, Carraça, Ricardo Clarke, Kuca e Tiago Mesquita).

Treinador: Miguel Leal.

- Sporting de Braga: Matheus, Marcelo Goiano, Rosic, Bruno Viana, Sequeira, Danilo, Esgaio, Fransérgio, Fábio Martins (Raúl Silva, 90+2), Paulinho e Ricardo Horta (João Carlos Texeira, 86).

(Suplentes: André Moreira, Jefferson, Raúl Silva, Rafael Assis, Stojiljkovic, João Carlos Teixeira e Luther Singh).

Treinador: Abel Ferreira.



Árbitro: Rui Oliveira (Porto).

Ação disciplinar: cartão amarelo para Danilo (18), Leonardo Ruiz (35) e Rossi (73).

Assistência: 4.185 espetadores.

mapa do site

2010 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: New-Consulting