• Correio do Minho
Correio do Minho

Correio do Minho

Formulário de pesquisa

Adesão à greve na Autoeuropa foi de 41% - empresa

31/08/2017 00:02

A greve convocada na fábrica da Volkswagen Autoeuropa, em Palmela, teve uma adesão de 41% do total dos trabalhadores, revelou a empresa em comunicado.

A Autoeuropa refere ainda que, apesar do impacto negativo desta paralisação, a empresa contínua empenhada em encontrar um compromisso com os trabalhadores que crie, mantenha e assegure o emprego.

Os trabalhadores da Autoeuropa realizaram uma greve histórica e que constitui a primeira paralisação por razões laborais na fábrica de automóveis de Palmela.

A greve foi marcada após a rejeição de um pré-acordo entre a administração e a Comissão de Trabalhadores [que apresentou a demissão e convocou eleições para 03 de outubro], devido à obrigatoriedade dos funcionários trabalharem ao sábado, como está previsto nos novos horários de laboração contínua que serão implementados a partir do próximo mês de novembro.

Os trabalhadores alegam que, além do transtorno que a obrigatoriedade do trabalho ao sábado iria provocar nas suas vidas, a compensação financeira atribuída pela empresa também é muito inferior ao que iriam receber pelo trabalho extraordinário aos sábados.

mapa do site

2010 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: New-Consulting