• Correio do Minho
Correio do Minho

Correio do Minho

Formulário de pesquisa

Festival Laurus Nobilis arranca hoje em Famalicão virado para o metal e o rock

27/07/2017 15:57

O festival Laurus Nobilis volta a Vila Nova de Famalicão a partir de hoje e até sábado, com uma edição dedicada ao metal e ao rock, cujas receitas reverterão para a construção da Casa do Artista Amador.

A edição de 2017 começa hoje com um dia de “festa da música”, de entrada gratuita, para assistir aos concertos de artistas famalicenses como NÓS 2, Sete Pedras Na Mão, Filtro, Owl and the Fox, Full Track e ALL IN DJs.

A terceira edição da história do evento prossegue na sexta-feira com um dia voltado para o heavy metal, com a presença de nomes como Final Mercy, Urban War, Heavenwood, Amorphis e Holocausto Canibal, seguindo-se, no sábado, o dia do rock alternativo com Grandfather’s House, Kilimanjaro, PAUS, Neon Animal e Linda Martini.

Na sexta-feira e no sábado, o palco Revelações continuará a ter entrada gratuita para concertos que antecedem os do palco principal, bem como para as atuações de DJ depois das 02:30.

Segundo José Aguiar, um dos responsáveis pelo certame organizado pela Associação Ecos Culturais do Louro (AECL) em parceria com o município famalicense, os “estilos musicais” do Laurus Nobilis deste ano foram pensados tendo em conta o que “mais atraiu” o público nas edições anteriores.

“Percebemos que foram estes os estilos que atraíram mais público e, por isso, será esta a nossa aposta”, explicou, aquando da apresentação do festival deste ano, em maio.

Além do festival em si, a edição deste ano tem outro propósito, financiar a Casa do Artista Amador, que ficará instalada na antiga escola primária da Gandra, na freguesia de Louro, em Vila Nova de Famalicão.

“Queremos que este local fomente a cultura de teor amador. Essa é a nossa missão: queremos dar espaço para todos os artistas vingarem nas suas áreas”, explicou José Aguiar.

O certame conta, assim, com dois palcos, sendo que no “segundo palco”, o palco Revelações a entrada é gratuita e o cartaz conta com “nomes recentes” do panorama nacional: “Essa é uma das filosofias da nossa associação, dar palco aos novos talentos”, explicou o responsável.

Os bilhetes para um dia custam 15 euros, o passe geral dos dois dias custa 25 euros.

mapa do site

2010 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: New-Consulting