• Correio do Minho
Correio do Minho

Correio do Minho

Formulário de pesquisa

Incêndios: 240 militares estão a colaborar na vigilância, patrulhamento e rescaldo

26/07/2017 19:42

Cerca de 240 militares das Forças Armadas estão a colaborar na vigilância, patrulhamento e no rescaldo dos principais incêndios registados nos últimos dias, além de um helicóptero da Força Aérea, foi hoje anunciado.

“Na sequência do solicitado pela Autoridade Nacional de Proteção Civil, 237 militares do exército e um helicóptero Alouette III da Força Aérea estão a colaborar na vigilância, patrulhamento e no rescaldo dos principais incêndios que estão a fustigar o país”, lê-se numa nota do gabinete do Chefe do Estado-Maior-General das Forças Armadas, hoje divulgada.

No comunicado é indicado que “o empenhamento atual” dos militares se verifica, fundamentalmente, nas regiões de Mação, Proença-a-Nova e Belver.

Assim, na região de Mação estão quatro equipas de vigilância e patrulhamento, enquanto na região de Belver encontram-se quatro pelotões.

Na região de Proença-a-Nova encontram-se quatro destacamentos de engenharia (máquinas de rasto), seis pelotões e um grupo de comando.

Na região de Vale do Coelheiro, também em Proença-a-Nova, estão ainda dois pelotões.

O incêndio que deflagrou na tarde de domingo no concelho da Sertã alastrou-se a Proença-a-Nova, ambos no distrito de Castelo Branco, bem como ao concelho de Mação (distrito de Santarém).

Segundo a página na internet da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), às 19:37 estavam no terreno a combater o fogo 1158 operacionais, apoiados por 363 meios terrestres e nove meios aéreos.

mapa do site

2010 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: New-Consulting