• Correio do Minho
Correio do Minho

Correio do Minho

Formulário de pesquisa

‘Acampar com Histórias’ juntou crianças apaixonadas por livros

16/07/2017 09:57

Ler e ouvir histórias, acampar num local diferente e conviver com crianças da mesma idade. Estes eram os ingredientes para uma experiência única. E foi, a ter em conta as reacções das 20 crianças, que aceitaram o desafio de ‘Acampar com Histórias’. O Museu dos Biscainhos foi o cenário escolhido para acolher a iniciativa, da responsabilidade da APEL - Associação Portuguesa de Editores e Livreiros e que esteve integrada, pela primeira vez, na Feira do Livro de Braga.
As crianças tiveram a oportunidade de se envolver num ambiente de natureza, livros, autores, contadores de histórias e assim criar uma apetência maior à leitura através de actividades lúdicas e literárias.

E experiências e histórias não vão faltar para contar. Os 20 participantes estiveram divididos, de sexta-feira ao final da tarde até ao final da manhã de ontem, por três equipas: ‘Guerreiros’, ‘Oito Agatchuf’ e ‘As Estrelas’.

Mariana Silva, de 10 anos, teve conhecimento da iniciativa através de uma amiga da escola. “Foi a primeira vez que acampei e achei mesmo muito giro. Foi tudo novo para mim”, confidenciou a pequena, referindo que sempre gostou muito de ler e escrever, por isso, não podia faltar a esta actividade.
A viver mesmo ao lado do Museu dos Biscainhos, Duarte Couto, de 9 anos, aceitou de imediato a sugestão dos pais. “Gosto muito de acampar e de conviver”, contou Duarte Couto, admitindo que gostou de ouvir as histórias dos monitores. “Eu tenho o hábito de ler de tudo e gosto muito”, referiu aquele participante, revelando que “a discoteca também foi muito fixe”.
Já Manuel Portela, de 10 anos, vive em Vila Nova de Famalicão, mas estuda em Braga e foi aqui que soube da iniciativa. “Pedi muito, mesmo muito aos meus pais. Achei que era uma ideia muito divertida e entusiasmante. E adivinhei. Foi mesmo uma experiência fantástica”, confirmou o pequeno, sublinhando que o peddy paper foi “muito interessante”. Quanto aos hábitos de leitura, o participante foi peremptório: “leio todas as noites antes de me deitar. Gosto muito de livros de aventura e de desporto”.

O pequeno António Vieira, de oito anos, também acampou pela primeira vez, admitindo que o que mais gostou, para além da hora de conto e da visita à Feira do Livro, foram os jogos do peddy paper. A mesma opinião foi partilhada por Joana Fernandes, também de oito anos. “Gostei de ver os escritores, gostei de acampar e adorei fazer malabarismo”, enumerou.
Entretanto, os pais foram chegando ao Museu dos Biscainhos para buscar os filhos. E Bárbara Silva, mãe do pequeno Tomãs, estava visivelmente feliz. “Achamos que ia ser uma actividade gira e, por isso, incentivamos o Tomás a participar”, contou Bárbara, mostrando-se “fe- liz”, depois de ver o sorriso do filho. “Gostava muito que o meu filho fosse para os escuteiros, mas os meus horários não me permitem assumir esse compromisso”, justificou a mãe, apelando para que este tipo de actividades se realize mais vezes. “Ele adora ler e também gostava de acampar, por isso, foi espectacular”, constatou.

Também Salvador Martins e Emília Ferreira, pais do pequeno Salvador, partilharam da mesma opinião, desafiando as entidades a realizarem este tipo de iniciativas mais vezes e alargar a faixa etária. “Logo que soubemos da iniciativa sugerimos ao Salvador e ele quis logo participar, porque também gosta muito de ler”, contaram os pais, lembrando que passaram pelo grupo na Feira do Livro na sexta-feira. “Foi muito interessante ver os mais pequenos tão interessados nos livros”, frisaram os pais, mostrando-se entusiasmados com as dinâmicas que foram realizadas.

mapa do site

2010 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: New-Consulting