• Correio do Minho
Correio do Minho

Correio do Minho

Formulário de pesquisa

Treinador do Vitória de Guimarães prevê jogo de “dificuldade máxima” em Chaves

13/04/2017 13:57

O treinador do Vitória de Guimarães, Pedro Martins, disse hoje esperar muitas dificuldades frente a um Desportivo de Chaves de qualidade, em jogo da 29.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, no sábado.

A formação minhota, quinta classificada, com os mesmos 50 pontos do quarto, Sporting de Braga, vai regressar ao terreno onde garantiu, a 04 de abril, a ida à final da Taça de Portugal, apesar da derrota por 3-1 na segunda mão das meias-finais.

O técnico vitoriano disse estar à espera de dificuldades, num jogo com duas equipas a quererem vencer, apesar dos contornos diferentes face à Taça.

É um jogo que antevemos de dificuldade máxima, perante uma equipa que joga muito bem. Neste último jogo, criou muitas dificuldades ao Marítimo. É isso que vamos encontrar em Chaves, porque a equipa é forte e tem qualidade, adiantou na conferência de imprensa de antevisão ao jogo.

Pedro Martins reiterou que o jogo é importantíssimo para a meta do quarto lugar, quando faltam seis finais, e avançou que, durante a semana, os níveis físicos e mentais do plantel subiram exponencialmente, com o guarda-redes Miguel Silva a ser o único indisponível para defrontar a formação transmontana, oitava, com 36 pontos.

O timoneiro vitoriano disse ainda não sentir qualquer peso pelo facto do Desportivo de Chaves somar uma derrota em casa, até agora - com o Benfica, à sexta jornada, por 2-0 -, mas avisou que a equipa é muito bem orientada pelo técnico Ricardo Soares e conta com bons jogadores, tendo um meio-campo com muita qualidade.

O Pedro Tiba e o Bressan dão um cunho de qualidade àquela equipa e, depois, têm jogadores na frente que fazem toda a diferença. [O Desportivo de Chaves] Está a demonstrar que está munido de jogadores muito, muito interessantes, disse.

O técnico vimaranense reconheceu também que, nos jogos ainda por disputar, pode mudar o ‘onze’ de jogo para jogo caso haja uma quebra de rendimento por parte de algum elemento, na sua perspetiva, algo perfeitamente normal, tendo considerado que, mesmo com alterações, o grupo dá garantias de manter a qualidade de jogo.

Questionado sobre a hipótese da equipa, em caso de triunfo ou empate, obter o melhor registo pontual de sempre fora de casa - o Vitória tem 27 pontos, os mesmos de 1995/96, a melhor época até hoje - ser mais uma motivação, o técnico respondeu que se a equipa bater os máximos pontos fora e não conseguir o quarto lugar, não faz sentido nenhum.

O Vitória de Guimarães, quinto classificado, com 50 pontos, defronta o Desportivo de Chaves, oitavo, com 36, pelas 16:00 de sábado, no Estádio Municipal Eng.º Manuel Teixeira Branco, num jogo que será arbitrado por Artur Soares Dias, da Associação de Futebol do Porto.

mapa do site

2010 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: New-Consulting