• Correio do Minho
Correio do Minho

Correio do Minho

Formulário de pesquisa

Dito diz ser possível “ganhar um campeonato de oito jogos” no Famalicão

05/04/2017 21:17

O novo treinador do Famalicão, Dito, admitiu hoje que a situação do atual 17.º classificado da II Liga em futebol é desconfortável, mas disse haver confiança de que é possível ganhar um campeonato de oito jogos.

Disse aos jogadores vamos iniciar a temporada. Fiquem com algumas coisas que o Nandinho e o Ulisses [referindo-se aos antecessores no comando técnico] disseram, mas vamos iniciar um ciclo, um campeonato de oito jogos. E nesses oito jogos temos de ganhar quatro e empatar dois. O desafio é este. Vamos ver se é possível fazermos isto, disse Dito.

O treinador, que falava ao jornalistas no final do primeiro treino que orientou em Famalicão, disse ter visto qualidade no plantel famalicense, pelo que quer trabalhar na recuperação anímica se calhar mais além do que nos aspetos relativos ao treino, para sair de uma situação que não é terrível mas é desconfortável.

O Famalicão segue nos lugares de `play-off` em zona aflitiva face à descida de divisão, estando a dois pontos do Cova da Piedade, primeira equipa classificada acima da `linha de água`.

O emblema minhoto soma 40 pontos, fruto de 14 derrotas, dez empates e dez vitórias, e não vence há quatro jogos consecutivos, sendo que, até ao nulo na última jornada (0-0 em casa frente ao Vitória de Guimarães B), somava três derrotas seguidas.

É uma situação difícil e muito exigente. Não é impossível. Quem melhor gerir a parte emocional é o que vai ter mais sucesso, resumiu Dito, de 55 anos, que passou, como jogador, por clubes como Sporting de Braga, Benfica, FC Porto e Vitória de Setúbal, e, como treinador, a última vez que orientou uma equipa foi na época 2011/12, no Varzim, tendo antes treinado os escalões de formação bracarenses.

Dito revelou também ter vontade de voltar a treinar, porque sente vontade de estar integrado no dia-a-dia do treino, na adrenalina, no campo e fez elogios à direção do Famalicão, apontando que este é um clube onde dá vontade de trabalhar.

Já o presidente da formação de Vila Nova de Famalicão, Jorge Silva, disse saber que Dito tudo irá fazer, tudo irá dar de si para no final do campeonato todos estarem felizes e explicou a escolha pela competência e passado que fala por si.

Dito é já o terceiro treinador do Famalicão, uma vez que Nandinho, que saiu no domingo à 34.ª jornada, chegou ao clube em outubro, à 10.ª, para substituir Ulisses Morais, técnico que iniciou a temporada, mas também saiu devido aos maus resultados.

mapa do site

2010 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: New-Consulting