• Correio do Minho
Correio do Minho

Correio do Minho

Formulário de pesquisa

Trump sofre pesada derrota política na reforma do acesso aos cuidados de saúde

24/03/2017 20:17

O Presidente norte-americano sofreu hoje uma pesada derrota política, após solicitar aos republicanos que retirassem um projeto de lei emblemático de reforma do sistema de acesso aos cuidados de saúde, por falta de maioria na Câmara dos Representantes.

A informação foi divulgada por uma fonte do Congresso.

O presidente da Câmara dos Representantes, Paul Ryan, “falou hoje ao Presidente e o Presidente solicitou-lhe que retirasse o projeto de lei”, acrescentou aquela fonte.

A retirada da que foi uma das principais promessas eleitorais de Trump representa um enorme fracasso pessoal para este, que tem projetado a imagem de alguém com talento de negociador.

Colocando todo o seu peso na balança, deslocando-se pessoalmente ao Congresso e fazendo numerosas chamadas telefónicas para procurar convencer os republicanos dissidentes, para quem a proposta ou vai demasiado longe no desmantelamento da legislação do ex-Presidente Barack Obama, a designdad Obamacare, ou fica muito aquém deste desmantelamento, como entendem um conjunto de congressistas ultraconservadores.

Antes, o porta-voz da Casa Branca, Sean Spicer, tinha dado a entender que a presidência esperava um revés no congresso.

Donald Trump “fez tudo o que era possível” para que a lei fosse aprovada, dissera Spicer.

Os 430 membros da Câmara dos Representantes (193 democratas e 237 republicanos) deviam fazer a votação cerca das 19:30 de Lisboa. Mas o número de republicanos que tinham anunciado a sua oposição ultrapassa os 30, o que garantia a derrota na votação, uma vez que a minoria democrata estava totalmente contra.

mapa do site

2010 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: New-Consulting